05 novembro 2016

Enem mobiliza, a partir de hoje, mais de 191 mil candidatos no RN


No primeiro dia de avaliação, hoje, 191.736 candidatos estão aptos a fazer a primeira parte do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) no Rio Grande do Norte. A expectativa sobre a prova é grande, principalmente entre os marinheiros de primeira viagem. O certame que dá acesso ao ensino superior acontece hoje e amanhã em todo o país.

Em dezembro, outros 5.150 candidatos irão fazer a prova no Rio Grande do Norte por causa das ocupações nas escolas públicas por alunos em protesto contra a MP do Ensino Médio e a PEC do Teto dos Gastos Públicos. 

Em todo o Brasil, segundo o Ministério da Educação (MEC), o adiamento vai atingir 364 locais de provas devido às ocupações de escolas, institutos e universidades federais.

Os estados do Paraná, com 77 ocupações, e Minas Gerais, com 59, têm o maior número de locais de provas ocupados. A medida vai alterar a data da prova para 240.304 candidatos.

As provas foram marcadas para os dias 3 e 4 de dezembro para os estudantes que tiveram a data adiada por causa da ocupação de escolas. Haverá ainda uma terceira data para a realização do Exame. O Ministério da Educação remarcou para os dias 13 e 14 de dezembro o período de aplicação das provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) para pessoas privadas de liberdade e jovens sob medida socioeducativa.

O Enem custa para o governo R$ 90 para os estudantes isentos de taxa de inscrição e R$ 72 para aqueles que pagaram. O custo de cada prova adiada deverá ser de cerca de 70% desse total, uma vez que neste final de semana o MEC deixará de gastar com fiscais de prova e outras despesas.

De todo modo, no dia de hoje a maior parte dos inscritos vai realizar o Exame. Handerson Leão, coordenador do CDF Colégio e Curso, observa, para quem vai fazer as provas no Rio Grande do Norte, que é preciso ficar atento ao horário de verão.

No estado potiguar, os portões das instituições que receberão os candidatos para a realização do Enem abrem às 11h e fecham ao meio-dia. O candidato deve observar o material que precisa levar para a prova e ao que não é permitido durante a aplicação do exame.

Para fazer as provas, a redação e preencher o cartão de respostas, o candidato terá de usar caneta esferográfica de tinta preta, fabricada com material transparente. Outra cor de tinta impossibilita a leitura óptica do cartão de respostas.

Não é autorizado o uso de celular ou qualquer aparelho eletrônico durante as provas. Os aparelhos terão de ser colocados em um porta-objetos com lacre, que deverá ficar embaixo da cadeira até o final das provas.

Nas últimas edições do Enem, candidatos foram eliminados por postar imagens da prova em redes sociais. No que diz respeito à segurança para os dias de Enem, a Secretaria de Estado da Segurança Pública e Defesa Social (Sesed) divulgou no início da semana o plano de atuação de suas tropas nos municípios potiguares.
Mil homens da Polícia Militar, dos Comandos de Policiamento Metropolitano (CPM), Policiamento do Interior (CPI) e do Policiamento Rodoviário Estadual (CPRE) serão deslocados, por dia, para os 410 locais de aplicação de prova no Rio Grande do Norte.

Além deles, alguns outros integrantes das demais forças do Estado, incluindo Corpo de Bombeiros, também vão trabalhar durante o fim de semana do Exame Nacional.
São 40 cidades do estado que vão receber as tropas da PM, sendo nove delas na Região Metropolitana de Natal e as outras 31 no interior.

Fonte: Novo Jornal

0 comentários:

Postar um comentário

Translate