13 julho 2016

Eleição para presidente da Câmara tem 17 candidatos

A eleição para o mandato tampão na Câmara, que ocorre nesta quarta-feira (13), superou as expectativas e encerrou a manhã do dia do pleito com 17 inscritos. Em um dia de mais negociações e conversas, os concorrentes têm até as 15h para voltar atrás e retirar seus nomes.

Nos últimos minutos, de surpresa, a petista Maria do Rosário (RS) decidiu colocar seu nome na lista e só então tentar mais uma vez convencer seu partido. No PT de Rosário a tendência, conforme anunciou no meio da manhã desta quarta-feira (13) o líder Afonso Florence (BA), é apoiar o candidato do PMDB, do ex-ministro da Saúde Marcelo Castro.

Segundo ele, caso o apoio se concretize, o PT deve garantir cerca de 48 dos 58 votos de seus deputados para o peemedebista.

A tendência do PCdoB também era seguir os rumos do PT e apoiar o ex-ministro. Contudo, em reunião da bancada nesta manhã, Orlando Silva (SP) decidiu registrar candidatura para minimizar o racha que havia -parte aceitava ir com Castro, outra preferia outros nomes.

Rodrigo Maia (DEM-RJ) e Rogério Rosso (PSD-DF) mantêm o favoritismo. Passaram o dia em reuniões e no telefone acertando já um provável segundo turno.

PPS, PSB, DEM e PSDB anunciarão no início da tarde apoio a Rodrigo Maia. Com eleição secreta, sabem que haverá traições, mas esperam garantir a vaga do candidato da oposição no segundo turno.

Rosso já está em conversas com PTB, PP e PRB, todos com candidatos próprios, para pedir que fechem com ele no segundo turno, tendência natural, uma vez que esses partidos compõem o chamado bloco do “centrão”.

Mais que a movimentação além do normal dos parlamentares pela Casa, a Câmara amanheceu com vários panfletos sendo distribuídos pelos corredores. Há um holograma de um dos candidatos, Gilberto Nascimento (PSC-SP), no qual ele destaca suas propostas para seu mandato caso eleito.

Os candidatos não economizaram na boca de urna. Mandaram fazer uniformes personalizados e panfletos de todos os tipos: grandes, pequenos e adesivados.

Apesar da imensa quantidade de candidatos, a expectativa é que, até as 13h, alguém ainda retire candidatura. Nesse horário, haverá o sorteio da ordem de discursos dos candidatos no plenário, que será a mesma que eles aparecerão na urna de votação.

CONFIRA OS CANDIDATOS À PRESIDÊNCIA DA CÂMARA

Fausto Pinato (PP-SP)
Carlos Henrique Gaguim (PTN-TO)
Carlos Manato (SD-ES)
Marcelo Castro (PMDB-PI)
Fabio Ramalho (PMDB-MG)
Giacobo (PR-PR)
Cristiane Brasil (PTB-RJ)
Luiza Erundina (PSOL-SP)
Rogério Rosso (PSD-DF)
Evair Vieira de Melo (PV-ES)
Beto Mansur (PRB-SP)
Espiridião Amin (PP-SC)
Rodrigo Maia (DEM-RJ)
Miro Teixeira (Rede-RJ)
Gilberto Nascimento (PSC-SP)
Orlando Silva (PCdoB-SP)
Maria do Rosário (PT-RS)

COMO SERÁ A ELEIÇÃO

12h
Limite para registro das candidaturas
16h
Início da sessão; candidatos terão dez minutos cada para discursar – deve haver pelo menos dez na disputa
18h
Líderes também têm direito a dez minutos de fala

ABERTURA DAS URNAS

Não há definição do horário de abertura das urnas para votação
Após serem abertas, deputados se dirigem às cabines para votar; não há ordem definida
Parlamentares votam somente no cargo de presidente, o restante da Mesa Diretora não será trocado
Tempo da votação depende do fluxo de deputados nas cabines; prazo ainda será definido por Maranhão
Se um dos deputados obtiver ao menos 257 votos, é eleito

SEGUNDO TURNO

Se ninguém obtiver obtiver ao menos os 257 votos, haverá segundo turno entre os dois primeiros colocados
Nesse caso, o segundo turno começará uma hora após o fim do primeiro turno
Ganha quem tiver mais da metade dos votos presentes, mesmo que esse número seja inferior a 257

Folha Press

0 comentários:

Postar um comentário

Translate