18 maio 2016

Fazenda quer mudança ampla na Previdência que afetará trabalhadores na ativa

A proposta de reforma da Previdência que o governo enviará ao Congresso nos próximos 30 dias vai prever mudança ampla, que afetará todos os trabalhadores na ativa, mas com regras de transição para reduzir impactos para quem está perto de se aposentar.

Apenas quem já cumpriu os requisitos para pedir aposentadoria não terá os benefícios alterados.

O ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, destacou que é preciso diferenciar “expectativa de direito” de “direito adquirido”.

O secretário de Previdência será o economista Marcelo Caetano.

O governo tem de resolver o rombo fiscal, e uma reforma só para novos trabalhadores teria efeito nas contas apenas em 40 anos.

Sindicatos resistem às mudanças.

0 comentários:

Postar um comentário

Translate