29 março 2016

MALABARISMO DO OPORTUNISMO: PMDB fará desembarque com ‘aviso prévio’ e com transmissão pela TV

O PMDB é mesmo inacreditável. O partido se supera e vai estabelecer um prazo de carência para deixar os muitos cargos que ocupa na Esplanada.
Trata-se de uma espécie de aviso prévio do setor público.
Funcionaria mais ou menos assim: o partido vai aprovar, nesta terça-feira, o rompimento com o governo. Mas isso não significa que os ministros vão esvaziar as gavetas imediatamente.
A ideia é que eles tenham até o dia 12 de abril para largar o osso. Como Eduardo Cunha planeja votar o impeachment no plenário da Câmara no dia 17, na prática o partido está tomando a corajosa decisão de descer do bonde 5 dias antes da data em que ele pode descarrilar.
Henrique Alves, se antecipou e entregou o cargo nesta segunda-feira, o resultado nas redes sociais é o pior possível para o filho de Aluízio.
Foi definido que a decisão de romper com Dilma será por aclamação, uma maneira de acomodar governistas e oposicionistas na mesma maçaroca de sempre e já preparar o partido para voltar ao poder, com Michel temer, caso o impeachment volte. Mas alguns personagens do partido tem colocado resistência a essa possibilidade.
O PMDB sempre pode se superar em matéria de malabarismo político.
Reunião do PMDB terá transmissão ao vivo e link no site da TV Câmara
A reunião que selará o fim da aliança entre o PMDB e o governo da presidente Dilma Rousseff será aberta à imprensa, com possibilidade de transmissão ao vivo por emissoras e televisão e contará até com um link no site da TV Câmara.
Procurada, a assessoria do presidente da Casa, deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ), justificou a medida dizendo que a reunião ocorrerá em uma das salas destinadas às comissões e que é praxe a TV Câmara veicular eventos que ocorrem nas instalações da Casa. Cunha foi o primeiro peemedebista a romper publicamente com o governo Dilma e é visto como um dos principais adversários do Planalto.
A decisão de dar a maior publicidade possível ao ato, que acontecerá nesta terça-feira (29), às 15h, foi fechada nesta segunda (28), logo após a cúpula do partido definir que o desembarque se dará por aclamação, numa demonstração de unidade da legenda em torno do posicionamento.
Com informações do Radar Online e FolhaPress
Blog do BG

0 comentários:

Postar um comentário

Translate