31 agosto 2014

Valor do FPM que Olho D'água do Borges recebeu em agosto


Olho-D'Água do Borges - RN
agosto/2014

DecêndioTotal
FPM281.801,3237.376,470,00319.177,79
ITR0,000,000,000,00
IOF0,000,000,000,00
CIDE0,000,000,000,00
FEX0,000,000,000,00
ICMS LC 87/96140,410,000,00140,41
ICMS LC 87/96-15790,000,000,000,00
FUNDEF0,000,000,000,00
FUNDEB48.346,5323.651,320,0071.997,85
Total330.288,2661.027,790,00391.316,05

ABC e América podem fazer história na Copa do Brasil

Equipes de Natal podem alcançar o Baraúnas, time de melhor desempenho na competição até o momento.

Rafael Araújo, 31 de agosto de 2014
Nas pontas, jogadores de ABC e América comemoram gols. Ao centro, Cícero Ramlho, artilheiro do Baraúnas na Copa do Brasil de 2005.
selofutebol
Os dois principais clubes do Rio Grande do Norte estão fazendo história na Copa do Brasil e podem fazer ainda mais. A melhor campanha do estado na competição até o momento é a do Baraúnas. O clube mossoroense fez bonito em 2005, quando chegou as quartas de finais do torneio, sendo eliminado pelo Cruzeiro e conquistando a 7° colocação do certame.

Em sua campanha extraordinária, o Baraúnas eliminou times como América Mineiro, Vitória (BA) e Vasco (RJ).
Apesar de ainda não terem superado o feito do Leão do Oeste, a dupla natalense já igualou suas melhores campanhas na competição nacional. ABC e América chegaram juntos as oitavas de final da Copa do Brasil de 2000. Mas, naquela ocasião, as duas equipes não conseguiram avançar à quartas de final.
O alvinegro foi eliminado da competição de forma invicta. O time potiguar empatou com o Palmeiras em Natal pelo placar de 3 a 3 e voltou a empatar em São Paulo, mas dessa vez pelo placar de 1 a 1. Com isso o ABC foi eliminado por ter sofrido mais gols jogando em casa. Já o América perdeu as duas partidas para o São Paulo. Na capital paulista o alvirrubro foi derrotado por 3 a 1, já em Natal perdeu pelo placar de 3 a 2.
Com isso, os dois maiores clubes do estado têm novamente a chance de fazer suas melhores campanhas na Copa do Brasil, e quem sabe superar a grande campanha do time mossoroense.
Confira a campanha do Baraúnas
1ª Fase
Baraúnas 2 x 1 América (MG)
América (MG) 2 X 1 Baraúnas (Baraúnas 4 x 2 nos pênaltis)
2ª Fase
Baraúnas 1 x 0 Vitória (BA)
Vitória 1 x 2 Baraúnas
Oitavas de Final
Baraúnas 2 x 2 Vasco (RJ)
Vasco (RJ) 0 x 3 Baraúnas
Quartas de Final
Baraúnas 3 x 7 Cruzeiro (MG)
Cruzeiro (MG) 5 x 0 Baraúnas
Fonte: Nominuto

Caravana da Liberdade Robinson governador arrasta multidão em Mossoró


robinson caravana



Ao lado do prefeito Francisco José Júnior (PSD), os candidatos da coligação Liderados pelo Povo, Robinson Faria (Governo) e Fátima Bezerra (Senado), fizeram mais uma carreata pelas ruas de Mossoró na noite deste sábado (30). Desta vez, a Caravana da Liberdade saiu do bairro Aeroporto e seguiu passando por Boa Vista, Belo Horizonte, Lagoa do Mato, Carnaubal, Alto de Xerem, finalizando com um grande comício no Alto da Conceição. “Confie no meu trabalho, Mossoró. Eu estou pronto para trabalhar pelo Rio Grande do Norte”, conclamou Robinson Faria durante seu discurso.
Na tarde deste sábado, Robinson Faria e Fátima também fizeram carreata em Assu, ao lado do ex-prefeito José Maria e do vereador Odelmo Rodrigues. A caravana finalizou no centro da cidade, onde Robinson discursou e se comprometeu com a expansão da fruticultura, perenização dos rios e revisão da carga tributária para gerar emprego e renda no comércio da região. “Assú hoje recebe o homem que não se ajoelhou. O outro candidato tem tanto medo do voto livre que aqui em Assu tratou de garantir o voto do prefeito Ivan Júnior, de Ronaldo e de George Soares”, afirmou o candidato ao governo pelo PSD.
Fonte: Robinson Pires

MARINA ‘BOMBA’ EM PESQUISAS E NAS REDES SOCIAIS

LÍDER NAS PESQUISAS, MARINA SILVA É CAMPEÃ DE FÃS NAS REDES SOCIAIS
Marina-Silva-visita-a-FENASUCRO-em-Sertaozinho-Sao-Paulo-foto-Leo-Cabral-MSILVA-Online-201408280003
Marina Silva é a candidata a presidente com mais “curtidas”. Foto: MSILVA/Online
Nas pesquisas e nas redes sociais, os eleitores mal conseguem esconder o encantamento pela candidata do PSB a presidente, Marina Silva. Além da pesquisa Datafolha de sexta-feira, que aponta seu crescimento estonteante, ela lidera os números nas redes sociais. Sua página oficial no Facebook, de longe a mais acessada nos últimos dias, acumulou quase 700 mil “curtidas” desde a morte de Eduardo Campos.
Marina (PSB) e Dilma (PT) são mencionadas no Twitter entre 30 e 60 vezes por hora. Já Aécio (PSDB) não passa de dez menções.
No Facebook, Marina rivaliza com grandes páginas da rede: acumulou 280 mil “likes” na última semana. A página oficial do Barcelona, 400 mil.
O ex-presidente do Supremo Joaquim Barbosa prometeu barbarizar no Twitter, mas até agora tem só 30 mil seguidores.
Fonte: Diário do Poder

Datafolha: Marina Silva vence Dilma nos maiores colégios eleitorais do Brasil

Na análise das intenções de voto por região, segundo a nova pesquisa Datafolha, o equilíbrio entre Dilma e Marina no primeiro turno desaparece. Marina vence Dilma com folga nas regiões Sudeste, a mais populosa (35% a 26%), e Centro-oeste (39% a 29%). A informação é da Folha de São Paulo.
Dilma, por sua vez, bate Marina com larga margem no Nordeste, a segunda região mais populosa (47% a 31%), e no Norte (46% a 30%). As duas ex-ministras do governo Lula estão numericamente empatadas nos três Estados do Sul (32% a 32%). O Datafolha ouviu 2.874 eleitores nesta sexta e na quinta (28). A margem de erro do levantamento é de dois pontos para mais ou para menos. Marina é a cor amarelo; Dilma a vermelha e Aécio Neves o azul:
por_regiao_datafolha2014
Fonte: Marcos Dantas

Debate com candidatos ao governo do RN marcou o noticiário da semana

O primeiro debate com os candidatos ao governo na TV aberta do RN foi marcado pelos ataques pessoais entre os candidatos Robério Paulino, Henrique Alves e Robinson Faria.

Governante que não repassar ao INSS contribuição de servidor pode ficar inelegível

Da Agência Câmara
O presidente da República, os governadores e os prefeitos que deixarem de repassar ao Instituto Nacional de Seguridade Social (INSS) as contribuições recolhidas de servidores podem ficar impedidos de concorrer à reeleição.
A medida está prevista no Projeto de Lei Complementar 352/13, do deputado Luiz Couto (PT-PB), e também se aplica àqueles que tiverem substituído os titulares desses cargos ao longo do mandato.
A proposta altera a lei que trata dos casos de inelegibilidade (Lei Complementar 64/90). “A gravidade da falta de repasse dispensa maiores explicações, uma vez que impacta diretamente os cofres públicos e desequilibra as ações de seguridade social previstas na Constituição”, afirmou Couto.
Atualização
O projeto também inclui na lei complementar a regra segundo a qual os titulares do Executivo só podem ser reeleitos uma vez. A medida já está prevista na Constituição desde 1997 (Emenda Constitucional 16) e o objetivo, segundo Luiz Couto, é apenas atualizar a legislação.

Tramitação
A proposta, que tramita em regime de prioridade, será analisada pela Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania antes de seguir para o Plenário.

Fonte: Jornal de Fato

Robinson e Fátima lançam comitê jovem na próxima segunda

robinson jovens

As propostas para os jovens do Rio Grande do Norte serão apresentadas pelos candidatos ao Governo Robinson Faria (PSD) e ao Senado Fátima Bezerra (PT) na próxima segunda-feira (1º) durante lançamento do Comitê Jovem, no #Expresso55. Uma das propostas de Robinson para a juventude é a criação da Secretaria de Juventude, projetos para melhorar a inserção dos jovens no mercado de trabalho e ainda políticas públicas nos serviço público.
“A função do Estado é estar perto dos jovens, garantir cidadania a eles. Os jovens precisam de atenção, de políticas públicas e no nosso governo os jovens terão espaço através de projetos de educação, de desenvolvimento do mercado de trabalho, transporte público e ampliação dos projetos de cultura, lazer e esporte”, frisou Robinson.
Fonte: Robson Pires

30 agosto 2014

Até os vereadores do PSB de Nova Cruz não querem mais votar em Wilma


IMG_9355.PNG



Os vereadores do PSB de Nova Cruz Beto Martins, Valdo Salú e Edson Costa não querem votar na candidata ao senado do seu partido, Wilma de Faria e declararam apoio à candidatura da deputada Fátima Bezerra (PT) ao Senado.
Além dos vereadores do PSB também declararam apoio a Fátima os vereadores João Pedro (PV), Fernando Bezerra (PSD) e Antônio Gomes (PR).
Fonte: Blog do Primo

Marina Silva propõe "fim da reeleição" para mandatos no Executivo e passe livre para estudantes

Candidata quer reestruturar o programa Mais Educação para incluir o estudo integral em toda a Educação Básica

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação
A campanha da candidata à Presidência do Partido Socialista Brasileiro (PSB), Marina Silva, divulgou nesta sexta-feira o plano de governo para o mandato de quatro anos.
Entre as principais propostas do governo de Marina, estão o fim da reeleição e a adoção do mandato de cinco anos. Na política, a candidata ainda propõe que aconteçam plebiscitos e referendos convocados pelo próprio povo para criar e aprovar leis.
Já em mobilidade urbana, o programa de governo propõe construir 1 mil quilômetros de vias para veículos leves sobre trilhos e de corredores de ônibus em todas as cidades com mais de 200 mil habitantes. A intenção é também expandir em 150 quilômetros as linhas de metrô e trem nas regiões metropolitanas.
Marina Silva também quer criar o “passe livre” para os estudantes de baixa renda. As passagens de transporte público seriam financiadas pelo governo federal, primeiramente para os alunos matriculados em escolas públicas de Educação Básica ou em cursos superiores por meio de programas como o ProUni e Fies.
Na educação, a candidata quer reestruturar o programa Mais Educação para incluir o estudo integral em toda a Educação Básica, criar mais escolas e investir na infraestrutura das existentes, e incentivar novas metodologias de aprendizagem. Uma outra proposta quer acelerar a implementação do Plano Nacional da Educação (PNE), que prevê a destinação de 10% do PIB à educação.
O programa de governo também cita que vai continuar com o Bolsa Família e que quer incluir todas as famílias brasileiras que se encaixem nos critérios do programa, estimadas em 10 milhões. O objetivo da candidata é também construir 4 milhões de moradias pelo programa Minha Casa Minha Vida.
Na saúde, o governo de Marina propõe a implementar a lei que vincula 10% da Receita Corrente Bruta da União ao financiamento das ações de saúde, construir cem hospitais voltados para atendimento regional, além de 50 maternidades, ampliar o Samu (Sistema de Atendimento Móvel de Urgência) e reformular o modelo de gestão do SUS (Sistema Único de Saúde) para regular o atendimento de casos prioritários.
Na área econômica, o partido quer acelerar o crescimento sustentável, estabilizando a economia. Para isso, o plano é “trabalhar com metas de inflação críveis e respeitadas” e gerar o superávit fiscal necessário para garantir o controle da inflação em médio prazo. Uma medida importante também é manter a taxa de câmbio livre, sem intervenção do Banco Central. O órgão também seria independente para que tenha liberdade de praticar a política monetária necessário ao controle da inflação. Essa medida teria regras definidas para estabelecer o mandado do presidente, nomeação de diretores, entre outros.
Em sustentabilidade, uma das propostas é precificar as emissões de CO2, além de reduzi-las, construir 1 milhão de casas que consigam gear energia sozinhas através de painéis solares e ter 3 milhões de casas com aquecimento solar de água até 2018. Além disso, a campanha pretende implementar a coleta seletiva em todos os municípios do País.
Fonte: Terra

Jornalista da Globo: “Acendeu sinal amarelo na campanha de Henrique Alves”


Renata Lo Prete, do Jornal das Dez, aponta crescimento de Robinson Faria, principal adversário do PMDB



Henrique está com 40%, mas como Robinson Faria passou dos 20%, o sinal amarelo está aceso, segundo Renata Lo Prete. Foto: Heracles Dantas
Henrique está com 40%, mas como Robinson Faria passou dos 20%, o sinal amarelo está aceso, segundo Renata Lo Prete. Foto: Heracles Dantas

Ex-editora da coluna Painel, do jornal Folha de S. Paulo, e atual analista da TV Globo News, a jornalista Renata Lo Prete avaliou, nesta quinta-feira, durante participação no Jornal das Dez, a pesquisa Ibope que mediu a intenção de voto do eleitor potiguar na disputa pelo governo e o Senado nas eleições deste ano. Para ela, em que pese o candidato do PMDB, Henrique Alves, ter alcançado o patamar dos 40%, o resultado da pesquisa “acendeu o sinal amarelo” na campanha do atual presidente da Câmara dos Deputados, uma vez que a principal candidatura adversária, a do vice-governador Robinson Faria (PSD), ultrapassou a casa dos 20%.
De acordo com a analista, o quadro é preocupante para o peemedebista porque Henrique é apoiado por “um número grande de partidos e o segundo colocado, que é o atual vice-governador, que é do PSD, está mostrando um resultado”, ao ultrapassar o patamar superior aos 20% das intenções de voto.
A preocupação, de acordo com a jornalista, se deve ao fato de que a coligação de Henrique está sofrendo algum tipo de desgaste. “No RN com certeza acendeu o sinal amarelo na candidatura do Henrique Alves. Como, as pessoas podem perguntar, se ele está na faixa de 40% das intenções de voto? Por quê? Porque ele está apoiado por um número grande de partidos e o segundo colocado, que é o atual vice-governador, que é do PSD, está mostrando um resultado: já que subiu ao patamar na casa dos 20%. Isso aí preocupa, porque é uma coligação muito grande e é uma coligação que aparentemente está sofrendo algum tipo de desgaste”, avaliou.
A análise de Lo Prete se dá em cima do resultado da pesquisa Ibope, contratada pela Intertv Cabugi e divulgada na noite desta quinta-feira, no telejornal “RN 2ª Edição”. Os números do Ibope mostraram Henrique com 40% das intenções de voto, seguido por Robinson, com 28%, Robério Paulino (PSOL), com 2%, Simone Dutra (PSTU), com 2%, e Araken Farias (PSL), com 1%. 17% dos entrevistados responderam ninguém, branco ou nulo, e 10% não souberam responder. A pesquisa ouviu 812 eleitores.
SENADO
Lo Prete avalia que a candidata ao Senado, Wilma de Faria (PSB), poderia ser beneficiada com o crescimento da campanha da presidenciável Marina Silva (PSB). Mas ressalta a dificuldade do fator Marina, tanto para Wilma, quanto para Henrique. Segundo a jornalista, Wilma está empatada com Fátima Bezerra (PT), mas não se beneficiará do bom momento de Marina, porque está num palanque com Henrique Alves, dentro de uma aliança reprovada pela ex-ministra do Meio Ambiente.
Para Lo Prete, o RN será um dos estados em que Marina não virá fazer campanha, para não se aproximar do palanque do candidato do PMDB. “Interessante mostrar que lá (no RN) a candidata ao Senado nessa coligação é do PSB, a ex-governadora Wilma de Faria. E ela está numa disputa acirrada, praticamente empatada, com a candidata do PT, que é a deputada federal Fátima Bezerra. O que é que isso significa? Que Wilma de Faria poderia se beneficiar de uma campanha de Marina Silva por essa chapa nesse estado. Mas Marina Silva não vai lá. O RN é um daqueles estados em que PSB fechou uma coligação com a qual a Rede não concordava e que, portanto, Marina não deve se aproximar desse palanque”, finalizou.
Fonte: O Jornal de Fato

MARINA SOBE E EMPATA COM DILMA COM 34% NO 1º TURNO

CANDIDATA DO PSB SUBIU DE 21 PARA 34%. AÉCIO DESPENCA DE 20 PARA 15%
Elas estão empatadas no 1º turno com 34%
A pesquisa presidencial do Datafolha divulgada nesta sexta (29) mostra Marina Silva (PSB) e Dilma Rousseff (PT) empatadas com 34% no 1º turno. O desempenho da candidata do PSB impressiona com alta de mais de um ponto por dia em relação ao levantamento anterior.
O candidato tucano, Aécio Neves, aparece em terceiro, mas despencou de 20% para 15%. Pastor Everaldo do PSC obteve 2% das intenções de voto e os demais candidatos somados chegam a 1%. Votos em branco ou nulos atingiram 8% e outros 9% disseram não saber em quem votar.
Em simulação de 2º turno entre as duas, Marina seria eleita com 50% dos votos contra 40% da petista. Na pesquisa anterior, Marina tinha 47% contra 43% de Dilma.
- Marina Silva (PSB): 34%
- Dilma Rousseff (PT): 34%
- Aécio Neves (PSDB): 15%
- Pastor Everaldo (PSC): 2%
- José Maria (PSTU): 0%
- Eduardo Jorge (PV): 0%
- Luciana Genro (PSOL): 0%
- Rui Costa Pimenta (PCO): 0%
- Eymael (PSDC): 0%
- Levy Fidelix (PRTB): 0%
- Mauro Iasi (PCB): 0%
- Brancos/nulos/nenhum: 8%
- Não sabe: 9%

O levantamento Datafolha foi encomendad pela TV Globo e pela Folha de S.Paulo. Foram ouvidos 2.874 eleitores em 178 municípios nos dias 28 e sexta 29 de agosto. O registro no TSE é 438/2014 e a margem de erro é de 2% para mais ou para menos. O nível de confiança é de 95%.
Espontânea
Na modalidade espontânea da pesquisa (em que o pesquisador somente pergunta ao entrevistado em quem ele pretende votar, sem apresentar a lista de candidatos), os resultados são os seguintes:

- Dilma Rousseff: 27%
- Marina Silva: 22%
- Aécio Neves: 10%
- Outras respostas: 3%
- Em branco/nulo/nenhum: 3%
- Não sabe: 32%

Segundo turno
Nas simulações de segundo turno, o Datafolha avaliou os seguintes cenários:

- Marina Silva: 50%
- Dilma Rousseff: 40%
- Brancos/nulos/nenhum: 7%
- Não sabe: 3%

- Dilma Roussef: 48%
- Aécio Neves: 40%
- Brancos/nulos/nenhum: 9%
- Não sabe: 4%

O Datafolha não realizou simulação de segundo turno entre Marina e Aécio.
Rejeição
A presidente Dilma tem a maior taxa de rejeição (percentual dos que disseram que não votam em um candidato de jeito nenhum). Nesse item da pesquisa, os entrevistados puderam escolher mais de um nome.

- Dilma Roussef: 35%
- Pastor Everaldo: 23%
- Aécio Neves: 22%
- Zé Maria: 18%
- Eymael: 17%
- Levy Fidelix: 17%
- Rui Costa Pimenta: 16%
- Luciana Genro: 15%
- Marina Silva: 15%
- Eduardo Jorge: 14%
- Mauro Iasi: 14%

Avaliação da presidente
A pesquisa mostra que a administração da presidente Dilma Rousseff tem a aprovação de 35% dos entrevistados – no levantamento anterior, eram 38%. O índice se refere aos entrevistados que classificaram o governo como “ótimo” ou “bom”.

Os que julgam o governo “ruim” ou “péssimo” eram eram 23% e agora são 26%, segundo o Datafolha. Para 39%, o governo é “regular” – 38% no levantamento anterior.
- Ótimo/bom: 35%
- Regular: 39%
- Ruim/péssimo: 26%
- Não sabe: 1%

Quando será concluída a obra do esgotamento sanitário/saneamento de Olho D'água do Borges?


A Obra que o  prefeito queria inaugurar em junho passado poderá não ser  concluída no seu governo. Essas são as informações que chegam ao blog provenientes de especialistas na área. Blog recebeu ainda informações que a obra não está no caminho certo, ou seja, o projeto não está sendo executado dentro dos parâmetros legais. 

Robinson e Fátima dedicam este sábado a Mossoró

DSC_0848
A Caravana do candidato a governador Robinson Faria (PSD) e senadora Fátima Bezerra (PT) volta a Mossoró neste sábado (30). Sob o comando do prefeito Francisco José Júnior, a movimentação começa na Felipe Camarão, em frente ao Aeroporto Dix-Sept Rosado, e segue pelas principais ruas da cidade até a Praça do Alto da Conceição, em frente ao mercado público daquele bairro.

Agenda de Henrique: sábado e domingo, 30 e 31 de agosto‏

Sábado (30) 


07h - Visita a feira de Ceará-mirim com o ex-governador Geraldo Melo e Ednólia Melo 

12h30 - Visita a Carnaubais 

14h30 - Visita a Itajá 

15h30 - Visita a Ipanguaçu 

16h30 - Visita a Alto do Rodrigues 

18h - Visita a Pendências 

19h - Visita a Macau 

Domingo (31) 

10h - Grande carreata na Zona Norte, partindo do cruzamento da avenida João Medeiros Filho com a avenida paulistana 

Vereadores do DEM de Mossoró apoiam Betinho para federal e Galeno Torquato para estadual


Os vereadores do DEM de Mossoró, 
Manoel Bezerra de Maria e Flávio Tácito, estão votando em Betinho e Galeno, um é o candidato da governadora Rosalba Ciarlini e o outro é o candidato do prefeito, Francisco José.
Eles anunciaram apoio ao candidato Betinho Rosado Segundo, depois de vários encontros com o comando da campanha do candidato.

29 agosto 2014

José Dias: “Marina Silva quer ver Henrique Alves extirpado da política brasileira”

José Dias afirma que vitória de Marina para presidente, “fecha as portas” para Henrique em Brasília.


O deputado estadual José Dias (PSD) afirmou que a intenção da candidata do PSB a Presidência da República, Marina Silva, é extirpar o atual presidente da Câmara dos Deputados, Henrique Eduardo Alves, candidato do PMDB a governador do Rio Grande do Norte, “extirpado” da cena política brasileira.

A declaração de Dias ocorre um dia após a presidente estadual do PSB, Wilma de Faria, aliada de Henrique nessas eleições, afirmar, em entrevista ao Jornal de Hoje, que a candidatura de Marina cresce e crescerá ainda mais. “Marina declarou nos jornais que, na nova política, não há espaço para políticos como Sarney, Collor, Jarbas Barbalho, Eduardo Cunha e Henrique Eduardo. Esse povo todo, Marina elencou como representantes daquilo que ela quer ver extirpado da política brasileira”, afirmou Dilma.

Se bom para Wilma, que disputa o Senado, a vitória de Marina, segundo José Dias, seria péssima para Henrique, que faz campanha e marketing focado na ideia de que sabe os caminhos e irá abrir as portas para o RN em Brasília. “Essas portas que Henrique dizia que seriam abertas, para ele vão ser muito estreitas”, afirmou.

Na visão dele, a entrada de Marina na corrida sucessória e o desempenho da ex-ministra do Meio Ambiente geram reflexos no Rio Grande do Norte negativos para a candidatura de Henrique. “Acho que foi um tiro mortal no marketing do acordão, cujo candidato propala que é o único que é capaz de trazer recursos mirabolantes para o RN. Ora, ele estava contando isso na expectativa da eleição tranquila da presidente Dilma. Hoje, com a perspectiva de Marina ganhar no segundo turno, eu acredito que essas portas que ele dizia que estariam abertas para ele, estariam totalmente fechadas”, disse.

Portanto, a entrada de Marina altera o quadro sucessório no RN. “Se tivéssemos em bolsa de valores, seria uma declaração relevante, que muda tudo. A alegação de que só Henrique abre espaço em Brasília era, além de exclusivista, autoritária, egoística e inverídica, porque ninguém tem força por si”, avalia José Dias. Para ele, “Henrique desconhece que a força que qualquer político tem é a do cargo e do povo. Porque o cargo é permanente, o povo é permanente, mas o mandatário, que está ocupando o lugar por delegação do povo, é provisório”, lembra, concluindo, em seguida: “Então, essa historia de que só eu tenho força está mais para filme americano de herói, e não para o político. O político não é o mandante, mas o mandatário. A grande dificuldade de Henrique será explicar como vai ser a figura que chega a Brasília e a porta da Presidência da República vai estar aberta para ele, como Irene chegando ao céu no poema de Manuel Bandeira”.

“O inverno russo da campanha do acordão já chegou”

O deputado José Dias é crítico mordaz da campanha de Henrique ao governo do Estado. Segundo ele, os acordos que o peemedebista tem feito para alcançar a vitória eleitoral estão se voltando contra, vez que não estão sendo cumpridos. “O que ele está prometendo não chegou. Os acordos que ele fez não chegaram. As pessoas confessam, não temos a prova material, confessam em grau de confiança. Mas é fato. Que hoje é corriqueiro”, diz.

José Dias comenta declaração do ministro da Previdência, Garibaldi Filho (PMDB), que disse que Henrique era corajoso demais ao assumir tantos compromissos. “Independente de qualquer resultado de pesquisa, que não são evidentemente de uma confiabilidade religiosa, eu acho que o inverno russo da campanha do acordão já chegou. Isso se deve, na realidade, a um fator que o senador Garibaldi, de forma muito espontânea, disse em Umarizal, e o JH repercutiu: que achava que Henrique tinha uma coragem que ele não tinha de prometer o que não podia cumprir. E a hora do cumprimento, da realização, chegou e o candidato falhou”.

INCOMPATIBILIDADES

Dias registra outra declaração de Garibaldi, que afirmou que Henrique não tinha disparado nas pesquisas porque os apoios das lideranças não tinham chegado ao povo. “O que temos que desenvolver, é que chegar ao povo era impossível, porque absolutamente contraditório. A memória do povo, dizem que é curta, mas não é apagada totalmente. Toda a população do RN viveu os conflitos, as disputas, as acusações, e olhe que as acusações que foram feitas por dona Wilma ao PMDB, especialmente a Henrique, e ao próprio Garibaldi, em relação a Garibaldi injustas, foram acusações muito graves. As acusações que o PMDB também levantou contra dona Wilma, e não vou muito longe, na campanha de prefeito, foram de forma tão virulenta, que ela teve que desaparecer da propaganda de Carlos Eduardo, porque a presença dela estava contaminando a imagem de Carlos Eduardo”, disse, se referindo à campanha de Hermano Morais (PMDB) contra Carlos Eduardo em 2012. “Todos nós que lemos jornais, lembramos as manchetes de forma até violenta, que a Tribuna divulgou em relação ao governo de dona Wilma. Então não há como essa mensagem atual chegar ao publico de forma positiva. Está pesando violentamente”.


Do JH

Translate