30 junho 2014

“Alves e Maia afundaram nosso Estado e agora querem falar em mudança?”


Robinson Faria é homologado candidato ao Governo e critica acordão formado por Henrique e Wilma


y45u45y4y
Henrique Eduardo Alves (PMDB), Wilma de Faria (PSB), “família Alves”, “família Maia”, acordão. Esses foram alguns dos temas, além da crise pela qual atravessa o Rio Grande do Norte, que o candidato homologado pelo PSD ao Governo do Estado, Robinson Faria, fez questão de ressaltar durante o discurso proferido por na convenção partidária realizada neste domingo, em Natal. As várias referências são tentativas de Robinson de descaracterizar o discurso dos principais adversários.
Afinal de contas, Henrique Eduardo Alves, candidato ao Governo do RN, e Wilma de Faria, ex-governador e candidata ao Senado, se dizem “mudança”, mas representam a continuidade de duas das mais tradicionais famílias políticas do Rio Grande do Norte: a Alves e a Maia. “A nossa chapa não pertence a Robinson Faria e a Fátima. Nossa chapa pertence aqueles que não suportam as mesmas familias, as mesmas chapas. Uma hora é Alves, uma hora é Maia. Uma hora é Alves e Maia juntos e o nosso Estado afundou. E agora querem falar em mudança? Que mudança é essa se tiveram 40 anos para fazer e não fizeram?”, questionou Robinson.
Conforme o candidato homologado do PSD ao Governo ressaltou, essas duas famílias estão há mais de 40 anos no poder no Rio Grande do Norte. Isso porque o Estado foi governado por José Agripino Maia, Lavosier Maia (ex-marido de Wilma), Garibaldi Alves Filho (primo de Henrique), a própria Wilma de Faria e, agora, Rosalba Ciarlini, que chegou a receber o apoio de Henrique e do PMDB, além de ser do DEM, partido de Agripino e que também faz parte desse chamado “acordão”.
“Lá, eles se sentem donos dos maiores partidos do RN. Aqueles mesmos partidos que passaram 40 anos governando o Estado e o nosso Estado foi o que mais involuiu, que mais atrasou, que mais afundou na região nordeste, por conta dessas famílias que formam o acordão do outro lado”, criticou Robinson Faria durante o discurso. “Henrique não é oposição. Henrique aderiu ao governo e indicou secretários”, relembrou Robinson, relembrando que o peemedebista só rompeu com a gestão do DEM em setembro de 2013, para que o partido lançasse candidato próprio ao Governo.
SILÊNCIO
É importante lembrar que durante todo o discurso realizado na convenção de sexta-feira, Henrique Eduardo Alves não citou o principal adversário, Robinson Faria. Preferiu falar da ditadura e do pai, o ex-governador Aluizio Alves. Comentou também a situação do Governo do Estado e a crise pela qual o RN atravessa. Robinson também falou sobre o assunto.
Em seu discurso, Robinson relembrou a sua trajetória nos últimos anos em que percorreu todo o Rio Grande do Norte conhecendo os desafios da cada região nas áreas do desenvolvimento, da educação, as deficiências da rede estadual de saúde em visita aos hospitais públicos e no desenvolvimento social. “Fiz minha estrada ao lado do povo, conhecendo a realidade de cada lugar, de cada cidade. Pude ouvir e dialogar com o povo e sei que estou preparado para assumir o Rio Grande do Norte e os desafios de uma gestão”, confirmou.
A convenção estadual do PSD oficializou ainda a candidatura a reeleição do deputado federal Fábio Faria (PSD), do deputado estadual José Dias (PSD), além de outros 14 pré-candidatos a deputado estadual como o ex-prefeito Galeno Torquato (PSD), o ex-candidato a prefeito de Jardim do Seridó, Amazan e do major Fernandes (PSD).
Oficializada pelo PT como candidata ao Senado, Fátima Bezerra (PT) disse que a parceria com Robinson é de resistência e de coragem. “Sabemos o que o povo precisa e sabemos como fazer. Não foi fácil, mas tivemos coragem de nos colocarmos como opção para o povo que precisar ter oportunidade do debate, de escolher o que é melhor para o seu Estado”, destacou.
Fátima disse ainda que o Partido dos Trabalhadores irá ajudar ao candidato Robinson na campanha e no Governo. “Robinson você não está sozinho. A militância do PT está com você agora e estará no Governo. Você vai governar com o apoio do Dilma em Brasília e faremos uma gestão no Senado e no Governo para o povo, para os trabalhadores”.
Com 28 anos de vida pública dedicada a projetos na área legislativa como deputado estadual e mais quatro anos como vice-governador, Robinson coordenará a coligação “Liderados pelo Povo” formada pelos partidos PT, PCdoB, PSD, PP, PEN, PRTB, PTC, PPL, PT do B.
Fátima: “Agripino chamava Wilma de ficha suja e agora vai subir em coqueiro para pedir voto para ela”
Robinson Faria não foi o único a falar do acordão na convenção realizada neste domingo. Na verdade, praticamente todos os que discursaram no evento reservaram algum momento para falar de Henrique Alves, Wilma de Faria e o heterogêneo grupo que apoia eles. Para a candidata homologada pelo PT para o Senado, Fátima Bezerra, por exemplo, uma das situações que mais chama a atenção no “acordão” é a presença do DEM de José Agripino. Até porque, além do partido ter o atual governo do Estado, o senador e presidente nacional da sigla é (ou foi) um ferrenho crítico a Wilma de Faria.
“O senador há dois anos chamava minha adversária de ficha suja. Agora diz que sobe até em coqueiro para pedir voto pra ela”, afirmou Fátima, criticando o discurso feito pelo democrata na convenção do PMDB, ocorrida na sexta-feira, quando Agripino afirmou que iria até subir em coqueiro para pedir voto para Henrique e Wilma.
Além de Fátima, representantes dos partidos que integram a coligação PSD/PT também criticaram a reunião dos adversários. “A minha posição é muito clara e objetiva: Robinson e Fátima, juntos, abre-se a possibilidade de derrotar o acordão. No outro palanque está o continuísmo, pois a mudança está aqui”, declarou o presidente do diretório municipal do PT, Juliano Siqueira.
O sentimento foi compartilhado pelo deputado estadual Fernando Mineiro, também do PT. Para ele, existe na população uma ânsia por mudança. “Lá é um acordão, um arrumado para divisão de cargos e manutenção dos espaços entre eles”, diz o parlamentar. “Vemos claramente o desejo da sociedade potiguar por mudanças”.
Para o prefeito de Mossoró, Francisco José Júnior (PSD), o cenário na atual disputa pode ser comparado com sua própria eleição, quando derrotou as mesmas forças que hoje estão unidas na disputa pelo governo. “Apesar de nosso palanque não ter sete ex-governadores, como do outro lado, nós temos mais qualidade. E a proposta é governar com o povo e não com os caciques”, afirma. “Aconteceu em Mossoró quando quebramos um paradigma de mais de 50 anos e em Ipanguaçu. Então acredito que vai ecoar em todo o Rio Grande do Norte o recado que demos em Mossoró e em Ipanguaçu”, afirma Francisco Júnior.
Na opinião do ex-prefeito de São Miguel, médico e candidato a deputado estadual, Galeno Torquato (PSD), a coragem e a determinação de Robinson Faria são importantes, pois garantiu apoios decisivos. Ele afirma que o adversário acreditava que não teria concorrência. “Ele pensava que ia ganhar por WO, achando que com tantos ex-governadores no seu palanque, não teria adversário. Mas é um palanque pesado, não tem apelo popular”, salienta.
Para o presidente do diretório municipal do PCdoB em Natal, vereador George Câmara, a união de Robinson e Fátima é a chapa capaz de reproduzir no Estado as mudanças implementadas no plano nacional pela presidente Dilma, caso reeleita. “Não basta dizer que está com Dilma. É preciso coerência e quem mais representa essa reprodução das mudanças, esse alinhamento nacional, é a chapa de Robinson e de Fátima”, diz George.
Fonte: O Jornal de Hoje

Pagamento do 13º salário dos servidores do RN será dividido em três parcelas

O secretário estadual de Planejamento, Obery Rodrigues, concedeu entrevista coletiva, hoje (30), e explicou como será o pagamento do 13º salário aos servidores públicos estadual. Serão três parcelas: 16 de julho (20%),18 de agosto (20%) e 20 de dezembro (60%).

PREFEITO CASSADO DE OLHO D’ÁGUA DO BORGES INCITA VIOLÊNCIA CONTRA VEREADORES E LÍDERES OPOSICIONISTAS

Fato será comunicado ao MP, a Justiça e as Polícias Civil, Militar e Federal
Prefeito cassado Breno Queiroga incita a violência contra seus opositores


O prefeito cassado Breno Queiroga, após ter seu mandato cassado pelo TRE pela prática de crime eleitoral, começou a incitar seus simpatizantes pessoalmente e através das redes sociais no sentido de partirem para a briga com os vereadores e líderes oposicionistas, inclusive o Presidente do PR, Gilberto Pinto. Por isso, será responsabilizado na Justiça e nas Polícias por qualquer ofensa ou ameaça à vida dos líderes oposicionistas, pois, inclusive está inelegível por oito anos e, por isso deveria começar a cumprir a pena e jamais está instigando o povo para uma passeata alusiva a posse como prefeita interina da presidente da Câmara que, também faz incitação, a exemplo da última Sessão da Câmara quando, incentivou pessoas a agredirem os edis oposicionistas. Prefeito cassado está comentando também que a futura prefeita irá demitir vários servidores por conta da oposição. Essa mentira deslavada foi comentada ontem em um dos bares do Sítio Cardosos. Oposição jamais votaria a favor de demissão. Oposição quer sim, concurso.  Agora, se querem demitir para se apropriarem do dinheiro público, é outra coisa.  Vale ressaltar que os líderes têm provas inclusive extraídas das redes sociais. Os fatos com as provas serão encaminhados à Justiça e as polícias na manhã de hoje (30).

Exército de Rosalba em Mossoró espera decisão da governadora para seguir

A governadora Rosalba Ciarlini, que não tem legenda para disputar a reeleição, tem dito que vai participar da campanha, e, "ativamente".
Há que aposte num anúncio de apoio à candidatura do governadorável Robinson Faria (PSD) e da senadorável Fátima Bezerra (PT).
Para qualquer que seja sua posição, Rosalba espera contar com o seu inconformado "exército de Mossoró".
No sábado a governadora esteve na cidade para assistir ao espetáculo "Chuva de Balas no País de Mossoró".
Terminada a apresentação, na hora do agradecimento final do elenco no palco, alguns artistas, vendo Rosalba na primeira fila, gritaram "É a Rosa", "Minha Rosa", alguns mandavam beijos e a governadora terminou sendo aplaudida.
Houve quem falasse em vaias, mas o Blog ouviu aliados e não aliados presentes ao evento no sábado. Ouviu gente que não se posicionaria favorável a Rosalba, que confirmou os aplausos.
Rosalba saiu e fez a pé o percurso junino da Cidadela à Estação das Artes, sendo parada por pessoas que queriam tirar fotos, que queriam a presença dela em suas barracas.
E ela foi entrando, posando, abraçando, ouvindo.
De muitos, a cobrança pelo posicionamento. 
A turma do exército que segue as decisões da governadora quer saber para onde ela vai, para saber o que fazer.
Tem disso em Mossoró. Com Rosalba.
Na Estação das Artes mais assédio.
Uma jovem vestindo 'black' gritou 'Fora Rosalba'.
O companheiro no mesmo estilo a repreendeu e ela continuou falando que aquilo era uma 'palhaçada'.
Mas a sessão pose para fotos seguiu até a governadora subir para o camarote.
Na sacada, se expôs. Houve quem duvidasse da coragem, mas em Mossoró Rosalba se sente em casa, e parece que agora, mais do que nunca ela tem se mostrado como quem tivesse tentado, não tivesse sido conseguido, e agora e tivesse voltando pra casa para ser acolhida. Assim, sim.
Do camarote, assistia à apresentação da banda 'Solteirões do Forró', quando o vocalista Zé Cantor anunciou a presença da governadora Rosalba que "veio prestigiar a festa que ela criou".
Vaias?
Não. 
Aplausos.
Da sacada do camarote ela agradecia, quando viu dona Francisquinha, uma barraqueira antiga de Mossoró, que pediu, e teve autorização para subir no camarote, abraçar a governadora e lhe dar um conselho: "Tudo isso passa e dois anos se passa muito rápido".
Mas, por que dois anos?
Esse é o tempo que falta para a campanha de prefeito.
Diante de números desfavoráveis, de aliados que deram as costas, de descrédito quase total, o "exército" de Rosalba acolhe a governadora em Mossoró.
Mostrando que subestimar a sua liderança não é o caminho mais indicado.
E o segundo maior colégio eleitoral do Rio Grande do Norte fala, e fala alto.
Foi Mossoró, falando alto, que primeiro libertou seus escravos.
Há quem diga que não, que se trata de uma lenda, mas a lenda perdura e a voz da cidade permanece forte.
A política tem reafirmado.
Fotos Carlos Costa
20140630-071347-26027087.jpg

20140630-071410-26050532.jpg
 Fonte: Thaisa Galvão

Em convenção, PSD confirma Robinson Faria como candidato ao governo do RN

O vice-governador Robinson Faria chega para disputar o governo do Estado tendo como principal aliado o PT

É preciso coragem para libertar o nosso povo, disse Faria na convenção que sacramentou seu nome como candidato ao governo do RN. Foto: Divulgação
É preciso coragem para libertar o nosso povo, disse Faria na convenção que sacramentou seu nome como candidato ao governo do RN. Foto: Divulgação
O vice-governador do Rio Grande do Norte Robinson Faria foi confirmado candidato ao governo do Rio Grande do Norte pelo Partido Social Democrático (PSD). A convenção, ocorrida na manhã e tarde deste domingo no Centro Cultural da Zona Norte, em Natal, contou com a participação dos principais líderes políticos dos partidos que coligam com o PSD.
“É preciso coragem para libertar o nosso povo”, disse Faria. Ele integrará a coligação com dez partidos: PT, PC do B, PT do B, PSD, PP, PEN, PRTB, PTC e PPL. Nessa chapa majoritária o candidato a vice-governador será o deputado estadual Fábio Dantas (PC do B).
Durante o discurso, o candidato ao governo disse que foi preciso coragem para levar o projeto adiante. “Até chegar esse dia de hoje, foi preciso muita coragem, muita fé e muita resistência”, destacou Robinson Faria.
O vice-governador Robinson Faria chega para disputar o governo do Estado tendo como principal aliado do PT, que lançará a deputada federal Fátima Bezerra ao Senado Federal.
Candidato
Depois de 24 anos como deputado estadual e de ter sido por quatro vezes presidente da Assembleia Legislativa, Robinson Faria concretiza em 2014 um projeto que não conseguiu realizar em 2010. Naquele ano ele era presidente da Assembleia e tinha como principal aliada a então governadora Wilma de Faria, hoje aliada de Henrique Alves.

Fonte: Terra
Robinson Faria buscou ser candidato ao Governo, mas foi preterido por Wilma, que preferiu lançar o vice-governador Iberê Ferreira (derrotado no pleito para Rosalba Ciarlini). Com a negativa de Wilma de Faria, Robinson se aliou a Rosalba Ciarlini, ganhando o cargo de vice-governador. No entanto, a aliança com a chefe do Executivo não foi duradoura. Seis meses após os dois serem empossados no cargo, romperam.
Pleito no RN
O Rio Grande do Norte terá cinco candidatos ao Governo. Além de Robinson Faria, presidente estadual do PSD, o presidente da Câmara dos Deputados, o deputado federal Henrique Eduardo Alves, disputará o Executivo pelo PMDB. Além deles, o PSL lançará o nome do advogado Araken Farias, o PSTU lançará a sindicalista Simone Dutra e o PSOL homologou o nome do professor Robério Paulino.
Fonte: O Jornal de Hoje

29 junho 2014

Robinson participa da convenção do PP e recebe apoio oficial do deputado Betinho Rosado

Explicado porque o governadorável Robinson Faria (PSD) ainda não chegou à convenção do partido, na zona Norte de Natal.

Neste momento ele e o vice, deputado Fábio Dantas (PCdoB) participam da convenção do PP, na sede do partido.
Onde o presidente e deputado federal Betinho Rosado oficializa a aliança com o PSD.
Betinho é irmão de Carlos Augusto Rosado, marido da governadora Rosalba Ciarlini.
Também presente à convenção, a secretária de Cultura do Governo, e irmã de Betinho, Isaura Rosado.
20140629-113941-41981453.jpg

Filha de Silvio Santos participa da convenção do PSD em Natal

patricia convenção

A filha do apresentar Silvio Santos, Patrícia Abravanel, está participando da convenção estadual do PSD, em Natal, quando será homologado o nome do namorado, Fábio Faria, para deputado federal, e do sogroRobinson Faria para candidato ao governo. Patrícia está acompanhada da cunhada Janine Faria.
Fonte: Fábio Faria

Após dia de herói, Julio César posa ao lado da família na volta para o Rio


Esposa do goleiro, Susana Werner, mostra intimidade da família no retorno ao Rio. Jogadores estão de folga até a segunda-feira, quando se reapresentam na Granja 
Por GloboEsporte.com 
Belo Horizonte 

Julio César é o reflexo da felicidade. Contestado desde 2010 após a falha nas quartas de final da Copa do Mundo, diante da Holanda, o goleiro foi figura decisiva na classificação do Brasil para as quartas desse Mundial. Além das defesas no tempo normal, Julio também brilhou nos pênaltis, quando pegou duas cobranças chilenas e ajudou a classificar o país depois de um empate em 1 a 1 no tempo normal. Depois do dia de herói, o momento foi de receber o carinho da família. Foi o que mostrou a esposa de Julio, Susana Werner. 
- No ônibus, na volta ao Rio, com Deus e com o nosso herói - disse Susana Werner, postando uma foto de Julio César rodeado de familiares e amigos e os filhos do casal. 
Após a vitória sobre o Chile nos pênaltis, os jogadores ganharam folga da comissão técnica e se reapresentam na segunda-feira pela manhã, na Granja Comary, em Teresópolis. O adversário do Brasil nas quartas de final será a Colômbia, que venceu o Uruguai no Maracanã, também neste domingo, por 2 a 0. FONTE: JBELMONT

Prefeito de Mossoró chega à zona Norte para a convenção do PSD-PCdoB-PT

Já está movimentado o Complexo Cultural da Zona Norte para a convenção que vai homologar a chapa Robinson Faria governador, Fábio Dantas vice e Fátima Bezerra senadora.

Por enquanto, movimento vermelho, do PT.

O amarelo pintou com a chegada do prefeito de Mossoró, Francisco José Júnior (PSD).

O presidente do PT, Eraldo Paiva e o deputado Fernando Mineiro (PT) já estão no local.

Fotos Márlio Forte
20140629-102130-37290070.jpg

20140629-102156-37316677.jpg

Deu no Blog do Primo: Imagens mostra que na Convenção Ostentação do Acordão deu muitos caciques e poucos índios

Imagens não metem.
Na convenção ostentação do acordão que homologou as candidaturas de Henrique Alves para o governo e Wilma de Faria para o senado, apesar dos gastos exagerados com decoração, recursos especiais, som, palco, comidinhas e bebidas, combustíveis e transporte o povo não compareceu…
Verifiquem que o palanque estava cheio, enquanto os arquibancadas e as cadeiras reservadas para o povo estavam vazias.
Segundo o soldado Vasco quem mais levou gente para salvar a convenção foi o deputado estadual Ricardo Mota com seu filho Rafael Mota..
convenção-chapão 930
convenção-chapão 1279
convenção-chapão 1470
Fotos do primo: Márlio Forte

Mega-Sena sai para dois apostadores

Os ganhadores vão dividir um prêmio de quase R$ 43 milhões.



Um morador do Rio de Janeiro (RJ) e outro de Feira de Santana (BA) acertaram os seis números do sorteio da Mega-Sena realizado ontem (28) em Nova Veneza (SC). Segundo a Caixa Econômica Federal, cada um levará para casa R$ 21.337.822,84.
As dezenas sorteadas foram as seguintes: 06, 13, 17, 36, 42 e 51
Ao todo, 261 pessoas venceram a quina e vão ganhar R$ 14.506,18. Outros 16.822 bilhetes marcaram a quadra e serão premiados R$ 321,52.

“Fase do medo passou”, diz Fátima Bezerra

Deputada federal afirma que se candidatar ao Senado não foi uma decisão fácil, mas que está confiante.

nominuto.com
Fátima Bezerra disse que decisão para disputar o Senado foi difícil, mas está convicta que foi o caminho certo.
A deputada federal Fátima Bezerra (PT) fala sobre as Eleições 2014 e diz que se candidatar ao senado não foi uma decisão fácil, mas que está confiante e agora tem convicção que está no caminho certo. “A fase do medo passou”, diz ela.
Em entrevista ao jornalista Diógenes Dantas, Fátima lembra que foi eleita por três vezes deputada federal, inclusive, por duas vezes como a deputada mais votada do Estado. A parlamentar diz que abriu mão de uma reeleição quase certa para concorrer à única vaga do Senado.
Confira a entrevista:
DIÓGENES DANTAS: Qual a data da convenção?
FÁTIMA BEZERRA: A convenção será realizada neste domingo (29).
DD: Onde vai acontecer?
FB: No Complexo Cultural da Zona Norte. Às 9h.
DD: Alguma coisa para resolver?
FB: Não. Tudo já está definido. O PT vai oficializar a nominata para Assembleia Legislativa, para deputado federal, vai reafirmar o apoio à candidatura do vice-governador Robinson Faria. Reafirmar também o apoio à candidatura a vice-governador do deputado Fábio Dantas do PCdoB. A expectativa é que seja uma festa da democracia. Esse é o momento em que os partidos oficializam as suas candidaturas.
DD: Agora, mais que nunca, candidatos, veículos de comunicação, vão se ater às regras estabelecidas pela Lei Eleitoral...
FB: Vamos reunir as principais lideranças políticas da coligação, receber nossos militantes, dirigentes, representantes sociais e do povo.
DD: O PT vai junto com o PSD na majoritária e na federal...
FB: No caso de Federal estaremos todos juntos, o PT, PSD e o PCdoB. Estão vindo mais partidos para a coligação.Para Estadual são duas coligações. O PT e PCdoB e a outra liderada pelo PSD.
DD: Por que excluir o PSD?
FB: Essa foi uma decisão interna do partido. Desde o início foi acordado que esse seria o mais adequado.
DD: A chapa para Senado, encabeçada pela senhora, deve ser puro sangue?
FB: Não diria que é puro sangue porque a segunda vaga de suplente não está definida e pode ser destinada a um desses partidos coligados.
DD: Quem ocupa a primeira suplência?  
FB: Jean-Paul Prates. Um nome que além de dá muita qualidade à nossa nominata para o senado, tem muita experiência no campo da gestão e é um dos maiores especialistas na área de desenvolvimento econômico.
DD: Já tivemos a convenção nacional onde teve a confirmação da candidatura de Dilma à reeleição. Como você avalia as dificuldades de Dilma nas pesquisas?
FB: A convenção teve clima de muito entusiasmo e confiança na reeleição da presidente. A questão das dificuldades faz parte do processo eleitoral.
DD: A fase do medo já passou?
FB: Passou. Não foi uma decisão simples. Sem falsa modéstia, o povo do Rio Grande do Norte já me deu três mandatos de deputada federal, inclusive, por duas vezes fui a deputada mais votada do Estado. Então eu tinha um mandato assegurado, fazia o coeficiente até sozinha e abrir mão disso para me lançar numa disputa desafiadora e desigual como essa não foi fácil, mas agora eu acordo com a convicção que tomei a decisão certa.
DD: Ontem o portal Nominuto publicou a pesquisa da Seta, onde dá um empate técnico com a ex-governadora Wilma de Faria. Como a senhora avalia essa pesquisa?
FB: Com relação ao resultado da Seta, ela bate com os resultados para consume interno. Nossas pesquisas já avaliavam o resultado similar. Esses números estão em sintonia com o que vemos nas ruas. Eu estou confiante.

Betinho Rosado sairá candidato numa aliança com PSD, PP e PT


O deputado federal Betinho Rosado (PP), será candidato a reeleição em uma coligação com PSD de Robinson e do PT de Fátima Bezerra.
A convenção do PP será às 09h deste domingo (29).

Colômbia avança às quartas pela primeira vez na história e pega o Brasil

Com dois gols do craque James Rodríguez, a Colômbia afunda Uruguai no Maracanã lotado neste sábado

esporte-futebol-copa-colombia-uruguai-20140628-04-size-598
O sábado de “mini-Copa América” dentro da Copa do Mundo foi iniciado com a mais que dramática classificação da seleção brasileira e terminou com outro jogo eletrizante e simbólico. No retorno da seleção uruguaia ao Maracanã em um Mundial, 64 anos depois do título de 1950, a Colômbia confirmou seu ótimo momento e frustrou as chances de um novoMaracanazo uruguaio com um toque de classe de seu camisa dez. James Rodríguez voltou a ser decisivo: marcou duas vezes e se isolou na artilharia do Mundial, com cinco gols. A vitória por 2 a 0 classificou a Colômbia às quartas de final pela primeira vez na história e derrubou os bicampeões mundiais, que já entraram fragilizados pela suspensão de Luis Suárez. Na próxima fase, a seleção colombiana irá enfrentar o Brasil, em Fortaleza, na sexta-feira, às 17 horas.
Antes da partida, os integrantes da seleção uruguaia protestaram contra a punição de Suárez e provocaram a Fifa ao estender a camisa 9 do atacante no vestiário do Maracanã. Mas se o Uruguai não tinha Suárez, a Colômbia também não pôde contar desde o início da competição com o lesionado Radamel Falcao Garcia, e se virou com seus rápidos e talentosos homens de frente. Empurrados pela torcida (colombiana e, principalmente, brasileira), a seleção dirigida por Jose Pekermán foi superior desde o início da partida. O ponta Juan Cuadrado acelerou o ritmo do jogo com arrancadas pela direita, enquanto o Uruguai abusava das faltas. Com o veterano Diego Forlán, substituto de Suárez, em noite pouco inspirada, a Celeste teve dificuldades para criar e deu muitos espaços ao adversário. O primeiro gol saiu em uma boa combinação do ataque colombiano: James Rodríguez recebeu de Cuadrado, dominou no peito e acertou um belíssimo chute de fora da área, aos 27 minutos. A bola ainda bateu no travessão antes de entrar. Com mais um golaço, o meio-campista de 22 anos se credenciou com um dos craques desta Copa do Mundo.

Convenção do PSD irá oficializar aliança com PT e PCdoB


placa PSD

A aliança entre o Partido Social Democrático (PSD), o PT e o PCdoB será oficializada hoje (29) na convenção estadual dos partidos. Na chapa para o governo do estado, o candidato Robinson Faria (PSD) terá a parceria do deputado estadual Fábio Dantas (PCdoB) como candidato a vice-governador e para o Senado, o apoio ao nome da deputada federal Fátima Bezerra (PT).
Na proporcional, o PSD irá oficializar o apoio a reeleição do deputado federal Fábio Faria (PSD) e do deputado estadual José Dias (PSD), além de outros pré-candidatos a deputado estadual e federal. A convenção estadual do PSD será das 9h às 13h no Complexo Cultural de Natal, na zona Norte.
Em termos numéricos, a legenda comandada no estado por Robinson Faria chega à convenção com 4.761 filiados, sendo vinte prefeitos, 22 vice-prefeitos e 159 vereadores. Para deputado estadual, o PSD apresentará onze, enquanto três nomes devem disputar uma vaga na Câmara Federal.

NOS PÊNALTIS, BRASIL DERROTA O CHILE E AVANÇA ÀS QUARTAS

GOLEIRO TEM ATUAÇÃO HISTÓRICA CONTRA O CHILE E O BRASIL A SEGUE NA COPA

David Luiz, que estava incerto para escalação no jogo de hoje, marcou gol e se emocionou ao final da partida (Wilton Junior/ Estadão Conteúdo)
Julio Cesar saiu de Port Elizabeth, em 2010, como vilão da eliminação do Brasil na Copa da África do Sul. Quatro anos depois, o goleiro é o herói da classificação para as quartas de final do Mundial jogado em casa. Neste sábado, Julio chorou antes das cobranças de pênalti que definiram a partida contra o Chile, mas embaixo das traves resolveu. Pegou duas cobranças (de Sánchez e Pinilla) e viu a última delas, de Jara, acertar a trave esquerda para o Mineirão fazer uma festa sem igual. Depois de um empate em 1 a 1 no tempo normal e na prorrogação, o Brasil fez 3 a 2 no Chile nos pênaltis e está nas quartas.
David Luiz abriu o placar e Julio Cesar fez a parte dele logo na primeira cobrança, de Pinilla. Willian mandou para fora, mas o goleiro trabalhou muito bem para pegar a cobrança de Alexis Sánchez. Marcelo e Aránguiz deixaram os deles até que Hulk bateu e Bravo pegou com os pés. Díaz, em seguida, voltou a deixar tudo igual. Neymar tirou um peso enorme das costas fazendo 3 a 2. Até que Jara seguiu para a cobrança que acabaria por entrar para a história.
O jogo poderia ter tido outros contornos não fossem dois erros pontuais do árbitro Howard Webb, considerado o melhor da atualidade. O inglês, que havia trabalhado no jogo entre Brasil e Chile da Copa passada e também apitou a decisão daquele Mundial, errou em dois lances capitais com Hulk: deixou de dar um pênalti no atacante, quando o jogo estava 0 a 0, e anulou um gol alegando toque na mão, já no começo do segundo tempo, quando o placar apontava 1 a 1.
A vitória, porém, não esconde uma partida muito ruim da equipe, que expôs a sua Neymardependência. O craque não conseguiu resolver quando teve chances, no primeiro tempo, e foi bem marcado no segundo. Sem ele, Hulk se destacou como melhor em campo, mas faltou conjunto para a seleção brasileira, principalmente na criação.
O adversário do Brasil nas quartas de final sai na partida das 17 horas deste sábado entre Uruguai e Colômbia, que vão se enfrentar no Maracanã. É a chance de a seleção brasileira encontrar seu algoz de 1950, em uma partida que acontecerá na próxima sexta-feira, na Arena Castelão, em Fortaleza. Luiz Gustavo, que levou o segundo cartão amarelo, está suspenso.
FOTO  WILTON JUNIOR/ESTADAO
Júlio César fez duas defesas na cobrança de pênaltis (Foto: Wilton Junior/Estadão Conteúdo)
O JOGO – Como já se imaginava, Fernandinho ganhou a vaga de Paulinho no meio de campo e iniciou a partida como titular. Com ele em campo, Luiz Gustavo ganhou liberdade para atacar pela esquerda e foi assim que surgiu a primeira boa jogada brasileira. Na continuidade do lance, após cobrança de escanteio, Marcelo pegou rebote na entrada da área, limpou e bateu à direita.
O Brasil era melhor nos primeiros minutos da partida e tinha como proposta clara tentar matar a partida na base da roubada de bola. Tanto é que foi em uma jogada recuperada por Marcelo que Oscar teve a chance de abrir o placar. O meia, porém, tentou o passe e perdeu a bola.
Neymar também desperdiçou lance criado a partir de uma roubada de bola, errando o último drible. Mas foi na continuidade dessa jogada, sempre com o Brasil tendo a posse, que o placar foi aberto. Neymar bateu escanteio da esquerda, Thiago Silva cabeceou na primeira trave e mandou para David Luiz, no segundo. Antes do zagueiro, Jara tocou na bola e mandou para o gol.
O gol, dado ao zagueiro brasileiro, que correu o risco de não jogar por causa de dores nas costas, fez justiça. Não apenas porque o Brasil jogava melhor, mas também porque o árbitro inglês Howard Webb havia deixado de dar um pênalti em Hulk minutos antes.
Neymar era o melhor em campo. Foi ele quem deu o passe para Hulk, quem criou um lance em que correu todo o campo de ataque em velocidade, mas o chute saiu mascado, e também quem criou a melhor chance para o Brasil empatar. Oscar cruzou, o craque cabeceou direitinho, mas a bola bateu na cabeça de Francisco Silva, seu marcador, e passou rente à trave.
O Chile, porém, não estava morto. Assim como o Brasil, tinha a proposta de chegar ao gol em uma bola roubada. E foi assim que aconteceu aos 31 minutos. Hulk tentou devolver sem força um lateral para Marcelo, Vargas pegou a bola e tocou para Sánchez marcar. David Luiz, até então bem na partida, estava desatento.
Seriam ainda mais duas oportunidades criadas pelo Chile em erros do Brasil na saída de bola. Uma após vacilo de Daniel Alves, quando o placar estava 0 a 0, e outra em erro de Luiz Gustavo. Na sequência deste lance, Aránguiz invadiu a área e fez Julio Cesar trabalhar.
O gol e a ameaça chilena no fim do primeiro tempo deram à torcida a sensação de que o Brasil poderia perder o jogo. Talvez por isso, o Mineirão parou de fazer tanto barulho. Dentro de campo, a equipe também pareceu ter sentido. A segurança vista durante o primeiro tempo deu lugar a um nervosismo perceptível. O time estava assustado.
Até o gol mal anulado de Hulk saiu de um erro. O atacante matou no ombro e “chutou” de joelho. A bola foi mansa para o gol, com Bravo batido. Só depois de alguns segundos de comemoração é que o árbitro decidiu dar falta inexistente de Hulk, atendendo à pressão dos chilenos.
A jogada do gol anulado, aos 9, foi a única criada pelo Brasil até os 30 minutos. O Chile, que já tinha mais posse de bola, passou a dominar as ações e quase virou aos 19. Isla e Vidal tabelaram e o lateral cruzou para Aránguiz, que bateu de primeira. Julio Cesar, que pouco tinha trabalhado na Copa, fez defesa fantástica, à queima-roupa, e salvou o time.
Sumido, Fred deu lugar a Jô. Fernandinho, que não fazia partida ruim, saiu mancando para entrar Ramires. A equipe seguia rifando a bola, mas criou oportunidade de marcar, quando Hulk pedalou sobre Aránguiz e cruzou para Jô. O atacante furou na segunda trave e deixou passar a bola que poderia ser da vitória.
Faltava um jogador cerebral, que pudesse colocar a bola no chão e pensar o jogo brasileiro. Oscar (assim como Hulk) cumpria a sua função defensiva, atendendo às ordens de Felipão, mas no ataque a bola não passava por ele. Neymar, bem marcado, simplesmente sumiu da partida. Quando apareceu, em um cruzamento de Daniel Alves, o craque do time cabeceou nas mãos de Bravo.
Com Neymar apagado, Hulk tentou resolver. Aos 38 minutos, o atacante driblou três, invadiu a área e chutou forte. Bravo estava lá para salvar o Chile. O lance até acordou o Brasil, mas por pouco tempo. O nervosismo continuava imperando, com os zagueiros dando chutões. Para piorar, Ramires entrou muito mal, errando um passe atrás do outro. Nos últimos minutos, o Chile pressionou e calou completamente a torcida.
brasil-e-chile- torcida Danilo Borges Portal da Copa
Torcedores lotaram o Mineirão para ver o Brasil jogar(Foto: Danilo Borges/Portal da Copa)
Quando começou a prorrogação, Julio Cesar pediu para a torcida fazer barulho. O mesmo fez Hulk, quando disparou em jogada individual e foi derrubado. Levantou-se pedindo sangue aos torcedores, que corresponderam. O time, sentindo-se empurrado, melhorou bastante na marcação – até porque Vidal saiu. No ataque, a equipe seguia desorganizada. No banco, Felipão guardava a terceira substituição.
De Hulk ninguém podia reclamar. O atacante seguia tentando resolver e quase conseguiu aos 12 minutos do primeiro tempo da prorrogação, quando passou por dois e chutou forte da entrada da área. Bravo, como sempre, pegou.
Para os últimos 15 minutos, o Brasil ganhou Willian no lugar de Oscar e, com ele, um novo fôlego. Ninguém no time brasileiro, porém, sabia o que fazer. David Luiz virou armador, Neymar tentou resolver sozinho e, de forma geral, tudo dava errado ofensivamente. Menos mal que, aos 14, Pinilla arriscou de longe e mandou no travessão. Nos acréscimos, com meio time sentindo lesão, Ramires chutou da entrada da área e jogou para fora. (Demétrio Vecchioli/Agência Estado)
FICHA TÉCNICA
BRASIL 1 (3) x (2) 1 CHILE
BRASIL – Julio Cesar; Daniel Alves, Thiago Silva, David Luiz e Marcelo; Luiz Gustavo, Fernandinho (Ramires) e Oscar (Willian); Neymar, Hulk e Fred (Jô). Técnico: Luiz Felipe Scolari.
CHILE – Bravo; Francisco Silva, Medel (Rojas) e Jara; Isla, Díaz, Aránguiz, Vidal (Pinilla) e Mena; Sánchez e Vargas (Gutiérrez). Técnico: Jorge Sampaoli.
GOLS – David Luiz, aos 17, e Sánchez, aos 31 minutos do primeiro tempo.
CARTÕES AMARELOS – Jô, Luiz Gustavo e Hulk (Brasil); Mena, Pinilla e Francisco Silva (Chile).
ÁRBITRO – Howard Webb (Fifa/Inglaterra).
RENDA – Não disponível.
PÚBLICO – 57.714 pessoas.
PÚBLICO – Estádio do Mineirão, em Belo Horizonte (MG).

28 junho 2014

Cassação do prefeito de Olho D'água do Borges não é política, mas de responsabilidade da Justiça Eleitoral

VEJA A SEGUIR A  EMENTA DO PROCESSO QUE CASSOU O PREFEITO E  A VICE-PREFEITA.

RECURSO ELEITORAL - AÇÃO DE IMPUGNAÇÃO DE MANDATO ELETIVO - ABUSO - DE PODER ECONÔMICO - DE PODER POLÍTICO / AUTORIDADE - CAPTAÇÃO ILÍCITA DE SUFRÁGIO - CARGO - PREFEITO - VICE-PREFEITO - VEREADOR - PEDIDO DE CASSAÇÃO DE DIPLOMA - PEDIDO DE DECLARAÇÃO DE INELEGIBILIDADE - PEDIDO DE APLICAÇÃO DE MULTA - ELEIÇÕES 2012

Fonte: Portal do TRE/RN

DESTE BLOG: Acho um grande desrespeito do prefeito cassado à Justiça Eleitoral quando afirma em uma das redes sociais que a oposição é a responsável pela sua cassação. Essa atitude do  prefeito cassado deixa transparecer que coloca em dúvida a imparcialidade dos Juízes da Côrte Maior da Justiça Eleitoral do RN. É importante que o prefeito cassado faça uma leitura na Lei Eleitoral e reflita para concluir que praticou abuso de poder econômico, de poder político para fazer captação ilícita de voto, como bem frisa a Ementa do TRE acima. Por isso, foi punido pela Justiça. Agora, se a cassação tivesse sido  decretada pela Câmara, aí sim, seria uma cassação política. Por isso, Ordem Judicial não se discute, se cumpre. Vale ressaltar que, este município encontra-se sem prefeito desde de ontem, ou seja, data na qual o Embargo Negado foi publicado no Diário da Justiça Eletrônico. Por isso, o Juiz da nossa Comarca deverá notificar segunda-feira (30), a Presidente da Câmara para exercer interinamente o cargo de prefeita. 

Translate