29 maio 2014

Ministro Joaquim Barbosa vai se aposentar em julho

O presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Joaquim Barbosa, vai se aposentar em julho. A informação foi divulgada pelo presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB), que relatou encontro que teve com o comandante do Judiciário brasileiro nesta quinta-feira (29).
Felipe Sampaio/SCO/STFPresidente do Senado, Renan Calheiros, disse que Joaquim Barbosa (foto) comunicou aposentadoriaPresidente do Senado, Renan Calheiros, disse que Joaquim Barbosa (foto) comunicou aposentadoria
Segundo disse Renan Calheiros à imprensa, Joaquim Barbosa foi até o Senado para se despedir, porque pretende deixar o STF no momento em que tiver direito à aposentadoria. O presidente do STF, no entanto, ainda não havia se pronunciado oficialmente até o início da tarde de hoje (29), sobre o caso. 

Aos 59 anos, Joaquim Benedito Barbosa Gomes está no STF desde junho de 2003, quando foi nomeado pelo então presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Antes disso, o mineiro de Paracatu foi procurador da República e professor universitário, tendo diversos trabalhos publicados no exterior em várias línguas (ele é fluente em inglês, alemão, francês e espanhol).

O ministro ganhou mais notoriedade no país devido ao julgamento do Mensalão, onde foi o relator da condenação à cadeia de alguns dos principais nomes da política brasileira, como o ex-ministro José Dirceu e o ex-presidente do PT, José Genoíno.

O presidente do STF sofre com doença que provoca dores nas articulações do quadril e na base da coluna, o que provocou, inclusive, afastamento momentâneo do ministro de suas funções no STF e até a renúncia, em 2009, ao cargo de presidente do TSE, que ocuparia em virtude de rodízio entre os ministros. O problema faz com que Barbosa participe das sessões da Corte em cadeira especial e, em alguns momentos, permaneça de pé.

TN Online

0 comentários:

Postar um comentário

Translate